Planejamento Financeiro

Muitas pessoas tentam ficar rico adotando estratégias de investimentos do multibilionário Warren Buffett. Ótimo, porém pela falta de conhecimento, esquecem ou ignoram um ingrediente importante – uma das razões de que  Buffett é tão rico é porque ele também leva uma vida simples e modesta.

Existem inúmeros exemplos de simplicidade de Buffett. Por exemplo, quando seu primeiro filho nasceu, Buffett transformou uma cômoda em um berço. Para seu segundo filho, ele pegou emprestado um berço. Ele dirigia um Volkswagen até que sua esposa comprou a ele um Cadillac (achando ela que seria melhor para sua imagem). Buffett ainda vive em Nebraska, na casa que ele comprou por US$ 31.500 a mais de 50 anos atrás.

Buffett administra seu dinheiro e riqueza no princípio de que pequenas quantias se acumulam. Cada centavo não gasto hoje significa muito mais dinheiro para investir, ou usar, no futuro. No livro “The Millionaire Next Door”, Stanley e Danko também descobriram algumas verdades interessantes sobre muitas famílias milionárias americanas – a maioria das famílias milionárias que eles verificaram não têm estilo de vida extravagante e itens de luxo, como relógios de marca, ternos, carros, etc).

T.Harv Eker resume isto com sábias palavras: “O hábito de gerir o seu dinheiro é mais importante do que a quantidade.” E este é um dos 17 fatores que diferenciam povos ricos dos pobres.

Como você pode gerenciar sistematicamente melhor o seu dinheiro? Bem, em seu livro “Segredos da Mente Milionária”, T. Harv Eker compartilha um método simples que qualquer um poderia usar.

– O Conceito dos Seis Potes para a Gestão de Riqueza

A idéia deste sistema é simples: separar sua renda em 6 diferentes contas para fins específicos. Você também pode usar potes, envelopes, etc, e etiquetá-los conforme sua especificidade. A coisa mais importante é depositar regularmente nestes potes da seguinte forma:

Potes com a distribuicao de rendas no planejamento financeiro

Necessidades Básicas (50%):

Metade de sua renda vai para necessidades básicas como alimentação, financiamentos, contas, gás, gasolina, seguros, etc. Se você não pode cobrir todas as suas necessidades com 50% de sua renda, você precisa fazer uma (ou ambas) destas coisas:

– Simplifique sua vida – descobrir como você pode gastar menos

– Ganhar mais – descobrir como você pode ganhar mais

Conta Liberdade Financeira (10%):

10% da sua renda deve ir para o pote da liberdade financeira. O dinheiro neste pote só deverá ser usado para investimentos (com retornos ou lucros). Este pote é utilizado para a criação de riqueza, garantindo a liberdade financeira no seu futuro. Você nunca deve gastar esse dinheiro.

Poupança de Longo Prazo (10%):

10% de sua renda deve ir para o pote chamado Poupança de Longo Prazo. O objetivo deste pote é para poupar dinheiro para despesas futuras (por exemplo, um carro novo, um período de férias, presentes, refinanciamento de dívidas, etc.

Educação (10%):

As pessoas de sucesso constantemente investir em si mesmos para crescer. Assim, 10% de sua renda deve ir para o pote da Educação. Quanto mais conhecimento e habilidades que você adquirir, maior será sua capacidade de ganho. E quanto mais você ganha, mais você precisa saber (como gerir a sua riqueza adicional, como trazer o seu rendimento para o próximo nível, etc). Use o dinheiro deste pote para o desenvolvimento pessoal ou profissional (por exemplo, livros, cursos, seminários).

Lazer (10%):

10% de sua renda deve ir para seu Lazer. É importante ocasionalmente saciar-se com uma boa massagem, algumas roupas novas, um jantar chique, etc. Para evitar o excesso de gastos ou subutilização, certifique-se de usar o dinheiro a partir deste pote pelo menos a cada mês. Isto permite-lhe gastar sem culpa, e também para melhorar gradualmente o seu nível de vida a medida que sua renda aumenta.

Doação (10%):

10% de sua renda deve ir para Doação. Por mais dura que esteja sua condição, sempre haverá alguém em uma situação ainda mais difícil. Além do fato de sentir-se bem ao ajudar os outros, dando parte de sua renda, também ajuda o seu sub consciente a desenvolver a mentalidade da riqueza, que você tem mais do que o suficiente para dar de presente.

Começando

Homem fazendo o planejamento financeiroComece a criar seus potes e a depositar, mesmo que ainda em pequenas quantias, diariamente. A ideia é manter a gestão financeira ativa, e um compromisso diário, feito para atingir a sua liberdade financeira.

Obviamente, esses números são apenas diretrizes. Dependendo da sua situação financeira, você pode precisar ajustar os percentuais. Mesmo se você está em dívida, pode começar a gerir cada empréstimo. Na verdade, se você está realmente endividado, há mais uma razão para começar a implementar este sistema.

Três Passos para começar de uma forma simples:

  1. Conheça os seus percentuais: Você não pode gerenciar o seu dinheiro sem saber o quanto você está ganhando e gastando. Você pode começar calculando sua renda mensal atual e o valor a ser colocado em cada um dos 6 potes. Em seguida, controlar a quantidade de dinheiro que você gasta diariamente. Se tornando consciente de seus padrões de gastos já é um primeiro passo na direção certa.
  2. Mude sua mentalidade: Entenda que a gestão do dinheiro não é sobre a restrição de sua liberdade; é criar eventual liberdade financeira. Vários anos a partir de agora, você pode ser feliz aposentado, enquanto seus amigos (que estão desfrutando a “boa vida” agora) mantêm um padrão de estilo de vida caro. Lembrar constantemente a si mesmo em voz alta “Eu sou um excelente gerente de dinheiro!”
  3. Não entreter quaisquer desculpas: É fácil dizer “Eu vou fazer isso amanhã”, ou “Eu não tenho tempo para isso”. A grande questão é se perguntar – o quanto você quer ser rico e financeiramente livre? Se você é sério sobre seus objetivos financeiros, desculpas não são permitidas.

– Seguros e Investimentos

Existem duas ferramentas essenciais que deverão caminhar juntas para o sucesso de um planejamento financeiro:

Seguros

Imprevistos acontecem. Este é o motivo pelo qual tomamos várias ações para minimizar suas consequências. Uma das ações mais tradicionais e garantidas para isso é fazer um seguro, afinal, nada como proteção para ficarmos tranquilos diante de algo inesperado.

Proteger nossa família e patrimônio é uma alta prioridade para todos nós. Desemprego, doenças, acidentes e a morte são riscos com que todos se deparam.

Investimentos

Uma carteira de investimentos é um grupo de ativos que pertence a um investidor, pessoa física ou pessoa jurídica.

Estes ativos podem ser ações, fundos, títulos públicos, debêntures, aplicações imobiliárias, entre outros.

A gestão de investimentos tem incorporada uma relação clara entre risco e retorno. O retorno esperado pelo investidor está relacionado com o risco que pretende correr. Esta atitude depende do seu perfil de risco, no caso de ser avesso ao risco irá optar por uma carteira com menor risco, logo menor retorno, se for propenso ao risco irá optar neste caso por uma carteira de maior risco, logo maior retorno.

A carteira permite a diversificação de ativos bem como de risco, levando a maior tranquilidade ao investidor e menor volatilidade do património.

 Comece agora e foque no seu objetivo da Liberdade Financeira, fazendo o dinheiro trabalhar para você.