Renda Fixa

fundos de investimentos renda fixa

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Composto no mínimo com 80% da carteira em ativos relacionados à variação da taxa de juros, de índice de preços ou ambos.

O fator de risco é a variação da taxa de juros, de índice de preços ou ambos.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Tipos de Fundos Renda Fixa

Curto Prazo

Aplica em títulos com prazo máximo a decorrer de 375 dias. O prazo médio da carteira é inferior a 60 dias.

Longo Prazo

Aplica em títulos sem prazo máximo. O prazo médio da carteira é igual ou superior a 365 dias.

Referenciado

Investe ao menos 95% do patrimônio em ativos que acompanham um índice de referência (CDI, por exemplo), destinando 80% para títulos públicos e ativos de baixo risco.

Simples

Destina ao menos 95% do patrimônio a títulos públicos ou papéis de instituições financeiras com risco equivalente. Prevê no regulamento que seus documentos serão disponibilizados aos cotistas por meios eletrônicos.

Dívida Externa

Aplica ao menos 80% do patrimônio em títulos da dívida externa da União.

Crédito Privado

Investe mais de 50% do patrimônio em ativos de crédito privado.

Tributação

Fundos de Curto Prazo

Para fins de tributação, são considerados Fundos de Investimento de Curto Prazo aqueles cuja carteira de títulos tenha prazo médio igual ou inferior a 365 dias. Eles estão sujeitos à incidência de IR na fonte.

Prazo da aplicação                                   Alíquota de IR

Até 180 dias                                                22,50%

Acima de 180 dias                                     20,00%

Fundos de Longo Prazo

Para fins de tributação, são considerados Fundos de Investimento de Longo Prazo aqueles cuja carteira de títulos tenha prazo médio igual ou superior a 365 dias. Eles estão sujeitos à incidência de IR na fonte.

Prazo da aplicação                                   Alíquota de IR

Até 180 dias                                                22,50%

De 181 a 360 dias                                      20,00%

De 361 a 720 dias                                      17,50%

Acima de 720 dias                                     15,00%

Come-Cotas

O Imposto de Renda dos Fundos de Investimento é recolhido no último dia útil dos meses de maio e novembro, em um sistema denominado “come-cotas”. Para esse recolhimento será usada a menor alíquota de cada tipo de Fundo: 20% para Fundos de Curto Prazo e 15% para Fundos de Longo Prazo.

Assim sendo, a cada seis meses os Fundos, automaticamente, deduzem esse Imposto de Renda dos cotistas, considerando o rendimento obtido nesse período. A cobrança desse imposto é efetuada em quantidade de cotas, ou seja, calcula-se o número de cotas proporcional ao valor financeiro referente ao IR devido e diminui-se esse número do total de cotas que o cliente possui.

Além disso, no momento do resgate da aplicação do investidor, se for o caso, será feito o recolhimento do IR, de acordo com a alíquota final devida, conforme o prazo de permanência desse investimento no fundo. Não há a incidência de “come-cotas” em Fundos de Ações.

IOF

O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incide sobre o rendimento nos resgates feitos em um período inferior a 30 dias. O percentual do IOF pode variar de 96% a 0%, dependendo do número de dias decorridos da aplicação, incidindo sobre o rendimento do investimento.